O que você comemora dia 31 de Outubro?

terça, 01 de novembro de 2016 às 13:25

Para muitos, foi possível participar de festas em “comemoração” ao Halloween. Mas você sabia que nesse dia 31 de Outubro, em 1517, acontecia o estopim à Reforma Protestante?

Esse foi um movimento que teve seu auge no início do século XVI, idealizado por Martinho Lutero, um monge agostiniano e professor de Teologia. Ele apregoou suas 95 teses na porta da Igreja do Castelo de Wittenberg, na Alemanha, dia 31 de Outubro de 1517, com o intuito de protestar contra diversos pontos da doutrina da Igreja Católica. Na ocasião, propôs uma reforma no catolicismo romano, que dominava o cenário religioso e político da época.

A fé propagada pela igreja católica gerava insegurança e ansiedade acerca da salvação, já que havia uma matemática para consegui-la: era necessário ter um grande crédito em boas obras para “compensar” o montante de pecados, ou seja, a fé era baseada em obras.

Lutero foi um grande estudioso de vários livros da Bíblia, como Gálatas e Romanos, e isso lhe abriu o entendimento sobre a “justiça de Deus”: assim como diz em Romanos 1:17, Lutero acreditava que ela não era simplesmente uma expressão da severidade de Deus, mas do seu amor que justifica o pecador mediante a fé em Jesus Cristo.

Esse movimento repercutiu por toda a Alemanha e Lutero foi ganhando adeptos às suas teses. O mesmo foi Outros países da Europa, principalmente os de origem nórdica, começaram a absorver as teses luteranas. Começaram a aparecer igrejas luteranas na Suécia, Dinamarca, Noruega e Islândia. É nesse período que surge a denominação “protestantes”.

Entre 1546 e 1555 foi um período caracterizado por diversas guerras entre católicos e protestantes, e nessa época consolidaram-se as convicções e práticas protestantes (os famosos 5 Solas): sola Scriptura (Somente as Escrituras), solo Christo (Somente Cristo), sola gratia (Só a graça), sola fides (Somente a Fé), soli Deo gloria (Somente a Deus a glória).

Veja os detalhes dessas solas:

  • Sola Scriptura (Somente as Escrituras): A bíblia é a única fonte autorizada e inspirada por Deus para a doutrina cristã, sendo acessível a todos. A Palavra de Deus não existe sozinha, longe de Deus, mas é por meio dela que Ele se revela a nós para a salvação pela fé em Jesus Cristo.
     
  • Solo Christo (Somente Cristo): Jesus é o único mediador entre o homem e Deus e que somente por Ele há salvação.
     
  • Sola gratia (Só a Graça): A salvação vem por meio da graça divina, é um dom imerecido que temos de Deus por meio de Jesus. Não é mérito por obras (o que não exclui nosso papel como discípulos de Jesus e praticantes de boas obras, pois a fé sem obras é morta), mas que somente boas obras não sustentam sua salvação diante de Deus.
     
  • Sola fides (Somente a Fé): A justificação vem somente mediante a fé, de maneira consciente e praticante, em Jesus. Nenhum outro tem esse poder! E essa fé produz obras (ler Tiago 2:14-17)!
     
  • Soli Deo gloria (Somente a Deus a glória): Toda a glória, mérito ou louvor deve ser dado a Deus, pois a salvação é unicamente realizado conforme a Sua vontade e ação para conosco. De maneira simplificada, as boas obras não são para nosso mérito e vangloria, mas para exaltar o nome de Deus.

Diante de tudo isso, podemos ver com maior grandeza a importância desse movimento que nos ampliou o acesso à Palavra genuína e verdadeira, e também possibilitou o aprofundamento do conhecimento à maravilhosa graça de Deus!

 

Camila Bianchi

 

Por: Admin